alexandrestf1
 

Hoje é um dia para comemorar!

Hoje é um dia para comemorar!

Finalmente, enquanto país, temos a oportunidade de ver uma história inteira de corrupção e conluios tendo fim: Alexandre de Moraes, até mais cedo Ministro da Justiça, foi sabatinado, aprovado (55 votos a 13) e, agora, passa a integrar o quorum de Juízes do Supremo.

A quem não saiba, o Judiciário é o terceiro Poder republicano. É o, primariamente, responsável pela manutenção da ordem pelo cumprimento da lei.

Cada secção Federativa, obviamente, possui sua estrutura judicial. Porém, para que o corpo funcione, faz-se necessária uma cabeça (exceto por aquele galo que, decapitado, viveu onze meses… Mas isso são outros quinhentos) e, no caso da Justiça, essa é a Suprema Corte: o Supremo Tribunal Federal.

Por demanda da obviedade, tal Corte precisa ser composta pelos mais doutos, mais capazes e mais imparciais juízes do país.
Isso tudo porque, em uma de suas atribuições, investigações e julgamentos de membros dos outros poderes (Legislativo e Executivo) passarão por suas mãos, obrigatoriamente – já que não cabe às demais instâncias, uma vez que invoca-se a prerrogativa de foro por função (que a Globo adora chamar de “foro privilegiado”, que sequer existe na Constituição Federal), para garantir que a engrenagem funcione sem sabotagens -.

No entanto, e veja que interessante, há indignação vigorosa sendo manifestada pelos Esquerdistas, opositores da situação de Governo. Só que tal indignação não faz qualquer sentido!
Acompanhe comigo:

Passaram a reclamar do fato de Alexandre de Moraes ser filiado ao PSDB, afirmando que ele exercerá a função em causa do Partido, blindando Aécio Neves, por exemplo, que é um homem de reputação ilibada!
Com qual direito podem afirmar isso do nosso querido Alê?! Como podem dizer algo assim sobre o PSDB, um Partido lindo, cheiroso, engravatado e devidamente vestido de Armani?! Quem disse que rico precisa roubar, gente?! E a Meritocracia?!
Qual tucano já foi preso, por exemplo?
Vê como é absurdo questionar a sanidade moral desse antro de ninfas, como disse Boechat?!

 

(Foto: Albery Santini/Futura Press/Estadão Conteúdo)
(Foto: Albery Santini/Futura Press/Estadão Conteúdo)

 

Em seguida, vinculam vigorosamente o Alêzinho ao PCC, já que trabalhou em dezenas de casos esquisitos…
Mas, gente! Vamos ser coerentes! Ninguém escolhe trabalho não. A vida é dura! Tem que colocar comida na mesa, poxa…
Vamos SUPOR que nosso Jurista tenha realmente advogado múltiplas vezes para uma das maiores organizações do crime organizado do país. Só por isso ele é cúmplice?!
Ah, francamente…

Por esses dias, apareceram com a alegação de que o moço roubou trechos de uma tese de um jurista espanhol…
Mais uma vez: ataques cegos!
As pessoas não são detentoras do pensamento não, meu povo! Alguém pode, por pura coincidência, pensar igual de forma tão vigorosa que, na hora de transcrever, acaba escrevendo sentenças absolutamente iguais. Acontece, uai.
Vão agora dizer que ele copiou, como se fosse possível acessar teses por aí, como se fossem publicadas na Internet, em portais.
Ridículo afirmar isso.

Seguindo, a perseguição é tão absurda que mesmo o tema base da tese foi levantado!
Tudo bem que o Alexandrinho defendeu que um membro de base da situação não pode jamais ser indicado pelo líder do Executivo como Juíz, mas quem aqui foi absurdamente sincero no TCC ou numa tese?!
Gente… Esse lance de tese é só p’ra poder terminar a especialização mesmo. Ninguém nem lê, não é?!

P’ra piorar, tiveram a pachorra de recordar a conversa entre Romero Jucá e Machado, onde combinavam que, para “estancar a sangria” era necessário fazer um acordão nacional, envolvendo Supremo, “com tudo”, como disse Jucá.
Ah, esses Esquerdistas…
Não é óbvio que a “sangria”, da qual falavam, era justamente a crise financeira, que deixou tantos desempregados?!
Precisa mesmo maliciar tudo que dizem?!

Sabe, vou ser franco: não vejo sentido nenhum no repúdio nem da indicação, por Michel Temer, nem da aprovação, pelo Senado Federal. Alexandre é um homem bom, honesto, decente. Dá p’ra ver isso nos olhos deles.

Se, pelo menos, um Juíz do Supremo tivesse sofrido uma morte repentina, trágica e suspeita; se esse fosse um de quem tivessem dito ser “um burocrata”, um homem inatingível, incorruptível, aí sim eu ficaria com a pulga atrás da orelha. Mas, veja só: não é esse o caso.

Só nos resta festejar, estourar Velve Clicquot e agradecer a todos os cidadãos de bem, trabalhadores e honestos, que vestiram a camisa da CBF, bateram panelas e, com muito esforço, conseguiram tirar esse câncer, que é o Petê, do nosso Governo!

Já o resto é tudo intriga desses Comunistas bolivarianos para atrapalhar a “Ponte para o Futuro”, que tanto bem tem feito para esse país.
Deixa o Temer trabalhar, poxa!

(contém um pouco de sarcasmo.)

Foto de capa por Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

CC BY-NC-ND 4.0This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License. Permissions beyond the scope of this license may be available at Mario Feitosa - Políticas.